Cadê a inspiração?

Dizem que quando você se apaixona você perde a inspiração. Que textos daqueles que enchem os olhos e parecem ser escritos especialmente para quem está lendo são feitos por  corações vazios.  Sabe do que eu estou falando? Daquele texto que você lê e acha que alguém colocou uma câmera escondida no seu coração ou aquele outro que te desperta uma vontade de rir da própria desgraça só de saber que outra pessoa pensa igual a você. E eu assumo que sempre quis ter a capacidade de escrever um desses…

Mas, e ai? Será que eu terei que abrir mão do meu blog e dessa vontade de escrever se optar por continuar completamente apaixonada? É óbvio que não. Ok, tenho que admitir que faz tempo que não escrevo e faz tempo que odeio tudo que sai da minha cabeça e vai parar no papel. Pode ser culpa do meu coração batendo forte, mas também pode ser culpa dos meus dias cheios, da minha falta de paciência para dizer o que é certo ou errado, mesmo porque, eu ando sem ter a menor ideia do que é certo ou errado. O último texto que ficou engasgado por aqui  surgiu de uma teoria que eu criei (há 2 anos) e expliquei para um amigo. A teoria de que as pessoas deveriam ser autosuficientes e que ninguém precisa de outro para ser feliz. Parece clichê, mas você precisa ser feliz e ai sim convidar alguém para te acompanhar nessa felicidade.

Você precisa se encontrar, se desafiar e parar de ter medo de trocar de emprego, de ser esquecido pelos amigos antigos, de errar, de ser traído e de decepcionar alguém. Você precisa organizar sua cabeça e concluir, feliz da vida, que consegue enxergar seus defeitos (antes de enxergar o defeito alheio), que sabe que pode ser chata pra caramba, mas que também tem muitas qualidades. Você precisa se olhar no espelho,  se sentir completa e saber que, se ainda não se sente, pode e deve fazer alguma coisa para mudar isso.

Você tem que sacar que tem defeitos imutáveis e outros bem administráveis e que mesmo assim você é foda. Quando você chega a essa conclusão, tudo começa a fluir, a ficar mais colorido e parecer possível. Mesmo aquele plano futuro ou aquele sonho que você sonha até acordada. Quando você se completa sozinha e ainda tem alguém ao seu lado que te faz a mulher mais feliz do mundo, você descobre que não precisa sofrer ou estar cheia de rancor para escrever um texto que vai fazer um sorriso se abrir ao ser lido. Pelo menos é o que eu espero…

Anúncios

Um comentário sobre “Cadê a inspiração?

  1. Marina Dias disse:

    Adorei. Adorei o texto. Adorei que abro os olhos quando leio isso. Adorei que você está apaixonada (não que eu não soubesse disso há meses). Adorei. Fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s