Ela dura?

Você olha aquele amigo seu e lembra dos velhos tempos. Ele era engraçado,  curtia dar gargalhadas que doíam a barriga (e fazia a sua doer junto), era agradável, um cara legal. Agora, só sobram as cinzas. Ele não sai mais, ganhou barriga, não curte mais surfar e odeia dançar. Não gosta de encontrar os amigos e, pior, muito mais aterrorizante: ficou sem graça. Os dentes? Ih, só aparecem de relance, naquele sorriso amarelo, de gente sem graça. O motivo de toda essa mudança? Ela, a namorada chata.

A namorada chata é aquela que todos os caras odeiam. Ela nem é tão bonita ou até é, mas você tem tanta raiva dela que já consegue cavoucar defeitos físicos. A namorada chata é aquela menina que as suas amigas abominam, afinal, não podem chegar perto do amigo de séculos.

A namorada chata é a mulher sem confiança, que acha que o próprio taco é, na verdade, um taquinho. Ela costuma lidar com seu amigo (aquele que era legal) como se fosse uma domadora de leões. Boicota baladas, boicota amigas. Boicota tudo que ele sempre gostou de fazer. E ele? Ele aguenta. Ele gosta dela, ele agora é um chato.

Você não pode sair só com ele, ela não deixa. Você não pode sair com ele E com ela, ela não gosta. Eventos como aniversários, encontros da turma e viagens com a galera? Hoje você até torce para ele não ir porque, se ele for, a patroa vai junto. A pentelha não desgruda e ele se sente preso, engessado, envergonhado. Ela não acha graça daquelas piadas que você chora de rir, ela carimbou todas as amigas da galera e, óbvio, são todas biscates. Todas dão em cima do queridíssimo que um dia foi legal, afinal, ele é irresistível, lógico.

Ela pesa, ela leva seu amigo para um canto, ela cochicha, ela pressiona. Ela vai perder. Em algum momento ele vai começar a aparecer em encontros rápidos e você vai perceber que a bruaca não está ciente daquilo. E é nessa época que ele vai perceber que o amor pode e deve ser leve. Ele vai sentir falta de estar acompanhado de uma pessoa agradável, uma pessoa que os outros achem agradável. A namorada chata deve ser uma fera na cama e, sem dúvida (esperamos pelo menos), que tenha inúmeras qualidades, mas a namorada chata não deixa o cara viver.

Um dia, um outro amigo vai apresentar aquela menina simpática, autoconfiante, engraçada e o cara apagado (que já foi o querido da turma) vai olhar e ver que isso que é bom. Que namorar não anula o seu jeito de ser, não anula os abraços nas amigas de sempre e não anula as baladas, as viagens, a personalidade. Os programas e interesses mudam, lógico, mas a família, a turma e os amigos não. E é aí que a namorada chata vai sumir ou vai mudar (isso é raro. A namorada chata é tipo o cara chato, nasceu assim.) Ele vai viver um tempo sozinho, vai voltar a ser aquele cara legal, vai encontrar uma pessoa bacana e vai fazer todo mundo rir, como nos velhos tempos. E a nova namorada? Ela estará do lado dele, rindo junto.

Anúncios

2 comentários sobre “Ela dura?

  1. maria célia scabello disse:

    Natália é impressionante como vc consegue captar a essência das circunstancias. Porque será que eles mudam? Falta de caráter ou insegurança? Existe sim a mulher dominadora, mas o que será que ela tem? Infelizmente eu já tive amigos legais, que se tornaram um porre e já tive um namorado controlador e ciumento, que queria que os amigos se afastassem!! Os amigos, alguns, eu perdi, e também o namorado ( eu deixei pra lá ), porque nada melhor do que se sentir livre para ser quem vc é!!! BJS Aguardo novas publicações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s