(Falta de) QUÍMICA

Ele estava em um mês difícil. As coisas demoravam a fluir, o trabalho tomava mais tempo do que ele queria, as festas não tinham a mesma graça e a preguiça da conquista, de chegar em uma desconhecida para conversar, só aumentava.

Foi aí que aquela amiga da amiga surgiu. Ela era interessante. Ficaram. E quando ele menos esperava veio… a falta de química! Mas ele queria mesmo sossegar, conhecer alguém bacana. E ela? Ela era legal.

Saíram uma vez. Assunto? Zero. O beijo era ok, a menina era bonita. Foca nos olhos, foca no cabelo ou, quem sabe, foca no peitão, no corpo violão. E vai, tenta mais uma vez! Leva a moça a lugares interessantes, manda uma mensagenzinha para mostrar que é um bom garoto. Cinema? Que tal cinema? Assim, aqueles momentos eternos de silêncio são mais difíceis de ocorrer.. isso, cinema! Uma, duas, três, dez vezes! O sexo? Ah, é ok, mas nada demais, sabe? Dá para ter tesão. Ela é boazinha, ela tem peitões, lembra? Vamos ao cinema de novo? Eu pago.

Vai dar certo. Só porque ela gosta de coisas totalmente diferentes? Porque o assunto que ela mais ama, talvez economia, te arrepia até a espinha, afinal, você fez arquitetura. Ela usa salto agulha e você ama all star ou ela é toda meiguinha e você adora mulheres de atitude e independentes? Mas, poxa, ela é legal….

Sim, ela é. Mas tem um cara – em algum lugar – que ama economia, conversa com sua pretendente com a maior facilidade e adora uma menininha fofa. Os silêncios existem, mas são agradáveis. E, em algum momento, vocês precisam assumir isso! Não importa quem tome a iniciativa, mas o enrosco vai acabar e será um alívio para os dois.

Agora o jeito é continuar frequentando festas, conhecendo gente. Mais dia menos dia (pode demorar, sorry), aquela menina que  você nunca viu na vida – ou até mesmo aquela você já cruzou algumas vezes –  aparece, mas aparece de verdade! Vocês ficam e nenhum dos dois sabe direito porque tudo aquilo aconteceu. O beijo é aquele que você tem vontade de beijar para sempre. As conversas? Às vezes você tem impressão que já conhece a moça há séculos. Os assuntos batem. O cinema pode até ser legal, mas não sempre. É perda de tempo ficar olhando para uma tela, afinal, vocês têm tantas outras coisas para fazer.

A vontade  de estar junto e ficar olhando para ela, em silêncio, só aumenta. Por que esse silêncio, sim, é ótimo porque não constrange, ele fala. Agora, você se prepara para encontrar e consquistar, a cada dia, aquela mulher que apareceu do nada e que te fez perceber o quanto a química é essencial . E, melhor, ela usa all star…

Finalmente você percebe que as coisas são fáceis e era  só a falta de química que atrapalhava tudo. Descobre que não adianta insistir e que o jeito é esperar e testar, testar muito. Porque a maldita química cisma em se esconder quando você procura, mas aparece quando você menos espera.

Anúncios

6 comentários sobre “(Falta de) QUÍMICA

  1. Clarissa Tiseo disse:

    É uma coisa mesmo, sem a quimica não tem jeito!!! e qdo ela aparece tudo o que vc achava essencial se torna desnecessário….
    parabéns nathy, não perco um post!!!!

  2. Flavia disse:

    adorei o “Por que esse silêncio, sim, é ótimo porque não constrange, ele fala.”

    e sobre os opostos se atraem, concordo! podem atrair mesmo, mas isso nao significa que não rola química entre os opostos. Afinal a atração é justamente a tal química! 🙂 viva a quimicaaa!!! uhuulll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s