Ele cicatriza!

Assumo que estou com um pouco de receio de escrever esse texto. O que eu concluí pode parecer meio unilateral, mas não tem jeito. Com algumas histórias coletadas recentemente, eu cheguei a uma conclusão: o poder de recuperação dos homens é falho.

Quantas histórias a gente não ouve por aí – com potencial para “happy end” – mas que não deram certo porque o homem era um galinha, não queria nada sério ou simplesmente tinha medo de se relacionar? Normalmente, essas histórias vêm acompanhadas de algo que deu errado anteriormente, alguma desilusão amorosa. Homens fazem questão de se prender ao passado, querer, para eles, aquilo que já tiveram um dia, lá atrás. O que eles não entendem é que “aquilo lá” – que nem ele sabe mais o que era – pode não existir mais.

As pessoas mudam,vivem, e os sentimentos se transformam. Desejar algo igual ao passado, e esperar por lembranças, pode ser uma ilusão e uma ilusão dolorida. Aquela mulher que foi perfeita um dia, pode não ser mais a mesma e, pior do que isso, pode não querer mais o mesmo. A vida se transforma e vocês, homens, precisam acompanhar essas mudanças.

Às vezes, algo que poderia ser uma nova história simplesmente trava e sabe por quê? Porque enquanto um não tinha interesse em mudar, a outra não teve amor suficiente ou, mais simples do que isso, jogo de cintura e armas fatais para conquistar de maneira definitiva. A mulher até pode querer algo , mas se para ela parece impossível , em algum momento, ela vai desistir. Por falta de experiência, por orgulho, por não saber jogar (leia também: Jogos de amor), ou porque as coisas cansam mesmo. Ele, fechado no seu mundo de faz de conta, não quer um relacionamento, não quer saber de algo que possa ferí-lo de novo e, normalmente, se esconde atrás da famosa “solteirice idolatrada”.

Nada contra esse fenômeno masculino, mas o caso é real mesmo? Se for, ótimo. Ser solteiro é realmente uma delícia (e acreditem as mulheres também adoram). Se ninguém mexeu com você, aproveite mesmo essa sorte, da maneira que quiser. Mas saiba que se abrir para conquista, para paixão, para a novidade de conhecer e aprender com aquela mulher diferente e divertida, também é maravilhoso, mesmo se der errado (pasmem!).

Os homens precisam aprender que o coração cicatriza, quantas vezes forem necessárias. A ferida pode ser profunda, a fratura, exposta, mas existe um antídoto (não importa qual) para curar o que for preciso. Sair de segunda a segunda, levar 10 mulheres para cama em 1 semana, se embriagar com os amigos, xingar e odiar a ex, não importa. Respeite seu tempo, mas depois, chega! Chega de se fazer de coitado, chega de repetir que não quer nada com ninguém, de gritar que a liberdade é essencial, de fugir.

Coloquem na cabeça que é muito mais produtivo esperar a ferida fechar e se arriscar a abri-la novamente porque, sim, meus queridos, outras “vagabundas” aparecerão. Outras mulheres que vão brincar com seus sentimentos, outras incógnitas deixarão vocês confusos e sem saber como agir e , mais do que isso, outras histórias que parecem eternas podem acabar. Mas, mesmo assim, ainda é melhor abrir um corte novo do que jogar álcool, de tempos em tempos, naquele já existente, para não fechá-lo e, dessa maneira, não correr o risco de novos arranhões.

Anúncios

4 comentários sobre “Ele cicatriza!

  1. Fã # 1 disse:

    Sensacional…mto bom…o homem em si não consegue organizar todos esses pensamentos, mas vc conseguiu, rs
    Acho que o “medo de se relacionar” é na verdade “não saber se relacionar”…pq quando tá tudo bem, tudo bem…mas quando a mulher gera ( ou vem com ) um problema, aí dá saudade da solteirice!
    “Pq eu fui me meter nesse namoro?! Tava tão bom solteiro!”
    Acho q isso nao quer dizer q não gostamos, mas que é algo q a gente não gosta de passar…mas, quem gosta?!
    Acredite, o homem evolui…com 20 anos, éramos mto piores…
    Parabéns pelo post!
    Beijo

  2. Flavia disse:

    Parabéns!! Adorei o tema!! Eu estava falando disso mesmo com umas amigas esses dias… os homens tem medo de se entregar no presente pq ja passaram por uma situação que machucou no passado. Pode ser uma menina da 7a série que ele gamou e que quis ficar com o amigo dele. Ele sentiu o coração esmagado e parece q não pode arriscar de novo (se envolvendo, se apaixonando) pra não sofrer….

    Calma lá. vamos nos jogar, pessoal! Se não é pra ser com a fulana, vai doer, mas passa. E vamos nos focar nos momentos bons!

    E tbm tem o medo de “eu não sei como é amar/ me relacionar”. Outra nóia sem sentido. Se joguem! amem, saibam ver os momentos difíces como um processo (afinal tdo tem seus momentos bons e difíceis: trabalho, futebol.. e pq não relacionamento?)

    Mas claro, se o lance não é medo e é só “enquanto não acho A mina certa, vou me divertindo com as erradas”.. então assinamos embaixo: isso aí, nós tbm fazemos isso! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s